Pesquisar neste blog

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Um brinde ao novo e melhor: In Vino Viajas começa 2017 com nova imagem, em novo endereço, mais moderno, mais elegante e com mais serviços; este é o último post aqui.

 
Por Rogerio Ruschel (*)
Estimado leitor ou leitora: bem-vindo ao Ano Novo de 2017 e ao novo In Vino Viajas. Depois de quatro anos e meio de crescimento seguro e rápido, In Vino Viajas vai começar o ano mais bonito, mais moderno, mais elegante, mais dinâmico e com mais serviços em um novo endereço que você vai conhecer em http://www.invinoviajas.com/ Hoje In Vino Viajas tem leitores em 136 países, especialmente no Brasil, Estados Unidos e Portugal, pessoas de bom gosto que apreciam histórias que divertem, informam e sensibilizam – veja abaixo o quadro com os 5 países com maior número de visualizações.
No novo endereço as mudanças começam pela plataforma, de Blogspot para Wordpress, o que vai permitir mais agilidade na publicação e melhor leitura em aparelhos móveis como celulares, tablets e smartwatches e em equipamentos convencionais como desktops, notebooks e handhelds. Eu, que sou o editor, vou ganhar uma série de novos recursos para trabalhar e isso aos poucos vai se transformar em muitas novidades para os leitores.
Alem das facilidades operacionais, o novo In Vino Viajas será uma plataforma de internet incorporando vários recursos que vão dinamizar o jornalismo de qualidade que o levou a ser o mais importante site de cultura do vinho da America Latina, entre os quais:
·      um canal próprio no Youtube para que possamos transmitir eventos e festas populares, publicar cursos, fazer matérias on-the-road e entrevistar pessoas que fazem a cultura do vinho mais dinâmica e mais importante para todos;
·      um endereço exclusivo no Instagram para publicar imagens, quadros e estatísticas para profissionais, mostrar as melhores fotos de nossas viagens e publicar as fotos dos nossos leitores que queriam compartilhar suas lembranças;
·      uma plataforma de captação, formatação e envio de endereços eletrônicos de leitores e pessoas interessadas na cultura do vinho, no enoturismo e no turismo de qualidade que vai permitir o compartilhamento de reportagens jornalísticas na forma de newsletters e revistas eletrônicas;
·      canais próprios no Facebook e Twitter para estreitar relacionamento com amigos e leitores, todos pessoas de muito bom gosto que viajam por lugares incríveis e que poderão compartilhar sua alegria de viver.
Até o fim de novembro de 2016 In Vino Viajas havia publicado 430 reportagens e atingido o número de 33.882 acessos por mes – veja o quadro abaixo.
Com estes novos canais vamos poder ampliar o leque de cobertura, aumentar a base de leitores, atender segmentos específicos de interesse e oferecer serviços de jornalismo, comunicação e promoção de maneira mais objetiva para comunidades, entidades representativas, empresas e instituições associativas, setoriais e de desenvolvimento. Atualmente já oferecemos alguns desses serviços e estes novos recursos nos ajudarão a manter a independência econômica que se traduz em jornalismo independente, profissional e de qualidade. Entre estes serviços estão:
·      Ampliação da oferta de cursos e palestras do editor, Prof. Rogerio Ruschel (na foto abaixo), em eventos regionais, congressos, seminários e wortkshops. Temos feito isso na America Latina e na Europa abordando temas como por exemplo: estatísticas com os melhores indicadores dos resultados do Enogastroturismo; planejamento estratégico de marketing do Enoturismo; como o marketing de território pode agregar valor ao patrimônio comunitário; lições de sucesso no marketing do Turismo; casos de sucesso no uso das mídias sociais na Promoção de Vinhos, Enoturismo e Turismo Cultural; ideias para promover um destino nas midias sociais; histórias divertidas e interessantes de 8.000 anos de cultura do vinho no mundo;
·      Publicação de reportagens contratadas. Eu mesmo, como editor, ou jornalistas de In Vino Viajas vão visitar, pesquisar, entrevistar e fotografar os patrimônios humano, histórico, cultural, econômico e social de uma região e publicar reportagens que serão lidas pelos milhares de leitores do site, mas que poderão ter um alcance multiplicado, com baixo custo, com o aproveitamento do material jornalístico nos canais de YouTube, Instagram, Facebook, Twitter e nas publicações especiais e revista eletrônica;
·      Publicação de livros impressos e e-books de caráter técnico para profissionais, como por exemplo, um livro com nossa palestra com “50 ideias promocionais bem sucedidas em enoturismo em todo o mundo” ou guias de viagens diferenciadas em regiões de alto interesse turístico ou estratégico para a cultura do vinho no mundo. O primeiro e-book sobre "5 delícias de Paris" já está disponível para você baixar, e é grátis!
Em eventos internacionais In Vino Viajas é referido como um exemplo de storytelling no jornalismo da cultura do vinho. Já publiquei 430 reportagens contando historias sobre vinhedos, vinhos, queijos, gastronomia, azeite de oliva, frios, temperos e produtos alimentícios típicos. Pesquiso no mundo inteiro, entrevisto profissionais, dirigentes e lideranças relacionadas à cultura do vinho, vinhos, enoturismo e turismo de qualidade.
Escrevo também sobre patrimônio histórico rural e urbano, arquitetura, parques, jardins, museus e eventos culturais que animam as pequenas comunidades ou agitam as grandes cidades, porque sei que isso tem valor para quem se ama e ama seu país. Como os tchecos, turcos, norte-americanos, italianos e outros cidadãos que estavam acessando In Vino Viajas ao mesmo tempo como mostra a imagem abaixo.

Escrevo sobre arquitetura de vinícolas, bares e lojas de vinhos interessantes ou curiosas; sobre novidades de enologia e viticultura e sobre marketing, para compartilhar boas ideias entre os leitores que produzem, distribuem ou vendem serviços como turismo ou produtos como vinhos e azeites. Escrevo sobre as belezas do Brasil e fico muito feliz quando vejo que pessoas do mundo inteiro lendo sobre meu país – como, por exemplo, um leitor do Uzbequistão, na Ásia Central, lendo sobre o Mercado Ver-o-Peso, de Belém do Pará (abaixo).

Escrevo sobre meio ambiente, impactos ambientais, estratégias e produtos mais sustentáveis; vinhos biológicos, orgânicos, biodinâmicos e naturais e vejo que a cada dia mais leitores querem se informar e mais organizações querem debater esse assunto, o que me leva a fazer palestras como em um curso sobre vinhos eco, micro, top e show na Universidade de Valência, Espanha, em 2015.

In Vino Viajas tem sido, desde 2012, um contador de histórias, um storyteller. E agora, a partir deste início de 2017 iniciamos esta nova fase com um site mais moderno, mais elegante, mais abrangente e com mais serviços para continuar contando estas histórias que tem conquistado o carinho de milhares de leitores, no mundo inteiro.
Obrigado pelo prestígio. Agora convido você a vir comigo e olhar para o futuro. Conheça já o novo site em http://www.invinoviajas.com/ 
Saúde!
 

2 comentários:

  1. Parabéns pai! Resultado de muito trabalho e dedicação, você merece! Beijos

    ResponderExcluir