Pesquisar neste blog

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

"Bodeguero" por um dia degustando tempranillos com cultura basca em Rioja Alavesa, Espanha


Por Rogerio Ruschel (*)
Na rota de vinhos de Rioja Alavesa (acima) a vindima de 2013 que começa agora em outubro tem uma novidade: o visitante pode passar o dia como um vinicultor - um “bodeguero por un día”, em espanhol. O programa se realiza em várias vinhedos de Laguardia, Samaniego e Lapuebla de Labarca, e mais do que ver o que está sendo feito (como nas outras rotas), o visitante se veste com roupas adequadas e trabalha como assistente nos trabalhos do dia.

A Rioja Alavesa (em euskera, o idoma basco, Arabar Errioxa) é uma comunidade autônoma da comarca de Álava, do Pais Basco. O nome oficial é Cuadrilla de Laguardia-Rioja Alavesa e a capital é Laguardia, com menos de 12.000 habitantes. Nos mapas abaixo, veja a Rioja Alabesa no detalhe do mapa da DOC Rioja (região mais clara), e no mapa da Espanha, veja once se localiza a região vinícola de Rioja (perto da França).


Os romanos já produziam vinho na região que durante a Idade Média pertenceu ao Reino de Navarra e depois Reino de Castilla. A Provincia de Álava tem cerca de 11.500 hectares de vinho (85% vinhos tintos, especialmente tempranillo, garnacha e mazuelo) que recebem a DOC Vinho Rioja. E só para lembrá-lo, os riojas costumam ser frescos, aromáticos, de composição equilibrada e com ótimo buquê. Em um passeio nos vinhedos você poderá encontrar paisagens como abaixo.
 

Além dessa experiência exclusiva do enólogo ou vinicultor por um dia, a rota de vinhos de Rioja Alavesa oferece várias outras atrações, como uma visita teatralizada à vila medieval de Labraza (veja o cartaz abaixo); passeios em onibus especial; colheita noturna de uvas; degustação de uvas, mostos e vinhos; concursos de fotografia de natureza ou de vinhedos; passeios a pé, de bicicleta, a cavalo ou de segway entre vinhedos. E uma promoção saudosista: você pagar as despesas com a velha moeda pesetas (abaixo).

A rota oferece também dezenas de restaurantes simples com pratos locais de cultura basca – a comida tradicional vascoriojana; meios de hospedagem que incluem agriturismo, hosteis familiares e hotéis maiores; programas especiais no Enomuseu “Centro Temático del Vino Villa Lucía” em Laguardia/Guardia, que além das tradicionais mostras de produtos, equipamentos e fotos que resgatam a história da vinicultura, inaugurou este ano uma experiência 4D chamada “En tierra de sueños”, uma viagem a Rioja Alavesa tendo um Vinfo (um duende do vinho) como guia para mostrar a identidade da terra.


Alavesa também produz azeite de oliva com sabor alaveso (veja abaixo um olival da região) e está se mobilizando para criar ainda este ano de 2013 uma denominação de origem para seus azeites. É o que chamo de orgulho positivo, aquele sentimento que nos faz proteger e preservar a terra, ao invés de agredi-la. Faço um brinde a isso.

Veja um video bacana em: http://youtu.be/PiANYaSRsKs
(*) Rogerio Ruschel é jornalista, enófilo independente e valoriza iniciativas que respeitem a cultura comunitária e a terra dos ancestrais.



2 comentários:

  1. Very interesting your article about Spanish wine. Keep up your wine blog.

    Regards,
    Wine Region

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thanks, guys. Let's travel and drink, Rogerio

      Excluir